Dunas do Jalapão

O Que Fazer no Jalapão? 35 Imperdíveis Passeios no Jalapão

Saber o que fazer no Jalapão é indispensável antes de organizar o roteiro de viagem para esse paraíso do Tocantins.

Repleto de fervedouros, cachoeiras e monumentos naturais, a região do Parque Estadual do Jalapão cada vez mais se torna um dos principais destinos turísticos do país, e não é para menos.

Nesse artigo, você terá a chance de conhecer os 35 principais passeios no Jalapão, para não deixar nenhum ponto turístico importante de fora! Acompanhe!

O que fazer no Jalapão? 35 melhores passeios no Jalapão

O Jalapão e suas vizinhanças possuem atrações diversas, possibilitando roteiros que variam entre 3 ou mais de 8 dias.

Nesse período, apesar de também haver outras variações, o mais comum é uma passagem pelos atrativos principais da região. Destacamos todos eles em seguida.

O que fazer no Jalapão: 22 pontos imperdíveis

Para começar, vamos citar 22 pontos de visita imperdíveis, entre cachoeiras, piscinas naturais, dunas, serras, morros e outros atrativos.

1. Cachoeira da Velha

Cachoeira da Velha
Fonte: Eduardo Hanazaki (Flickr)

A Cachoeira da Velha é a principal cachoeira do Jalapão. Localizada em Mateiros, mede 15 m de altura com 100 m de largura e possui um fluxo de água intenso.

Trata-se de um passeio de contemplação, sem pontos de banho, mas que oferece a possibilidade de rafting em suas corredeiras.

Assim, através de botes, é possível descer um percurso do rio, além de contemplar todo o complexo das quedas.

A parte final do acesso à cachoeira acontece em passarelas de madeira, impedindo que os visitantes pisem sobre a vegetação. Já a observação se dá por meio dos decks, bem próximos à queda.

2. Prainha do Rio Novo

Prainha do Rio Novo
Fonte: Manoel Rebello (Flickr)

Fica a 1,5 km da Cachoeira da Velha, com acesso por trilha ou através do rafting, descendo as correntezas em botes.

Complementa muito bem a cachoeira, uma vez que é uma praia de água doce perfeita para o banho.

3. Dunas do Jalapão

Dunas do Jalapão
Fonte: Josadaik Alcântara Marques (Flickr)

São dunas de areia dourada, formadas ao longo de milhões de anos devido à erosão da Serra do Espírito Santo.

Localizada em Mateiros, é considerada como o principal ponto para visualizar o pôr do sol no Jalapão, juntamente à Pedra Furada.

4. Serra do Espírito Santo

Serra do Espírito Santo
Fonte: Lonely Planet Brasil (Flickr)

Fica bem próximo as dunas, sendo uma serra belíssima, cuja observação é possível diretamente da estrada. O complexo visual conta com um planalto gigantesco e um tipo de pirâmide ao lado.

É o melhor ponto para observar o amanhecer na região e conta com ótimas trilhas, que levam até o Mirante da Serra. Por isso, não pode ficar fora da lista com o que fazer no Jalapão.

5. Morro Saca Trapo

Morro do Saca Trapo
Fonte: MartimA_12 (TripAdvisor)

Sendo um morro praticamente ligado à Serra do Espírito Santo, o Saca Trapo chama a atenção por seu formato de pirâmide.

Na observação da estrada, ambos os monumentos formam um mesmo complexo e um cenário perfeito para fotos.

6. Cânion Sussuapara

Cânion Sussuapara
Fonte: Sílvia do Nascimento (Flickr)

Com paredes de 15 metros de altura, o Cânion Sussuapara, localizado em Ponte Alta do Tocantins, é um dos primeiros atrativos a ser visitado em roteiros mais curtos.

O local permite uma caminhada diretamente entre os paredões, com um banho de cascata logo ao fim da trilha.

7. Pedra Furada

Pedra Furada
Fonte: Fábio Malaguti (Flickr)

É um dos grandes pontos turísticos do Jalapão, já imortalizado em novelas, clipes e calendários.

Fica na região de Ponte Alta e se caracteriza por ser um monumento de arenito repleto de buracos, que formam arcos de rocha.

Assim como as dunas, fica no top 1 de lugares mais adequados para observar o entardecer na região.

8. Lagoa do Japonês

Lagoa do Japonês
Fonte: Kátia Abreu (Flickr)

Sendo o atrativo principal de Pindorama do Tocantins, a Lagoa do Japonês cada vez mais entra dentro dos roteiros padrões pelo Jalapão.

O motivo é justamente devido à beleza única do local, sendo uma lagoa natural, de águas rasas e tons esverdeados, complementada por uma gruta alagada.

O complexo é perfeito para atividades de banhos e mergulhos, sendo um espaço também perfeito para fotos.

A gruta, que é o ponto mais bonito, se diferencia do restante do complexo por ter águas de tons azuis e ser um pouco mais profunda.

9. Cânion Encantado

Cânion Encantado
Fonte: Rebeca G (TripAdvisor)

Assim como a Lagoa do Japonês, o Cânion Encantado se desponta como uma das melhores alternativas de o que fazer no Jalapão, apesar de não integrar o roteiro tradicional da região.

Localizado na zona rural de Almas, sentido Ponte Alta, o cânion se destaca por sua estrutura turística atual e por seus paredões de 70 m de altura.

No local há 4 quedas d’água, que caem simultaneamente em um mesmo ponto, dando um charme único à atração.

Além da beleza visual, é possível trilhar até o fundo do cânion, caminhar entre as águas e se banhar nas cascatas locais.

10. Cidade de Pedra

Cidade de Pedras
Fonte: Almas TO (Flickr)

Uma das vantagens de conhecer o Cânion Encantado é que o seu entorno é riquíssimo também.

A Cidade de Pedra, por exemplo, é um desses atrativos que dá para conferir no mesmo roteiro.

Trata-se de um local cheio de rochas de arenito, eruditas pelo vento e pelas as chuvas, que formam um tipo de cidade realmente.

11. Cachoeira dos Pelados

Famosa pelas gravações do reality “Largados e Pelados”, a cachoeira também está muito perto do cânion e integra praticamente o mesmo complexo turístico.

12. Cachoeira da Fumaça

Cachoeira da Fumaça
Fonte: Cachoeira da Fumaça (TripAdvisor)

Localizada em uma área próxima ao Cânion Encantado, em Almas, a Cachoeira da Fumaça é uma das principais quedas d’água das Serras Gerais e um dos passeios no Jalapão que vale a pena fazer.

Assim como a Cachoeira da Velha, essa é uma atividade de contemplação, já que a força das correntezas não permite banhos no local.

O nome, aliás, deve-se justamente às suas águas fortes, que ao caírem formam uma “fumaça” de gotículas de água.

13. Cachoeira do Formiga

Cachoeira do Formiga
Fonte: Sílvia do Nascimento (Flickr)

Outra opção importante de o que fazer no Jalapão é conhecer a Cachoeira do Formiga, em Mateiros.

O atrativo fica bem próximo à área dos fervedouros, o que torna a sua visita ainda mais interessante.

De tamanho pequeno, o que mais chama a atenção para a queda d’água é justamente a qualidade de suas águas.

Com uma cor verde esmeralda, temperaturas amenas e uma piscina natural bem grande, trata-se de um ponto ideal para banhos.

Como é bem pequena, não há dificuldades para subir a parede da queda e seguir um pouco rio acima, explorando o cenário.

14. Serra da Catedral

Serra da Catedral
Fonte: IngridLummy (TripAdvisor)

A Serra da Catedral recebe esse nome por sua incrível semelhança com uma igreja. O atrativo fica no território de São Félix, na estrada de retorno para Palmas.

Apesar de haver trilhas que levam até o topo do monumento, o mais comum é apenas fazer uma parada para fotos, da estrada mesmo.

15. Serra do Gorgulho/Morro Vermelho

Serra do Gorgulho
Fonte: Lonely Planet Brasil (Flickr)

Assim como o Morro da Catedral, a Serra do Gorgulho fica na estrada que faz a ligação entre São Félix e Palmas, mas já dentro do território de Novo Acordo.

A atração chama a atenção por sua coloração avermelhada, que contrasta bem com a mata verde ao redor.

Devido à proximidade com a estrada, muitos visitantes apenas param para contemplar e tirar fotos no local. Já os mais aventureiros se organizam para subir até a parte do topo.

16. Poço Encantado

Cachoeira do Poço Encantado
Fonte: Jessica (TripAdvisor)

O Poço Encantado, agora chamado de Parque Encantado, é um dos grandes atrativos de Novo Acordo.

Seu destaque fica por conta do seu poço profundo de águas negras e também pelas cachoeiras que integram o parque.

17. Cachoeira das Araras

Cachoeira das Araras
Fonte: Hari Haru (Flickr)

Estando entre São Félix e a Serra da Catedral, a Cachoeira das Araras é uma parada importante para os viajantes, garantindo bons momentos de descanso.

O atrativo é belíssimo e se diferencia por sua queda d’água dupla, além de sua piscina natural com ótimas condições de banho.

Para quem quer fugir do calor do Jalapão, a Cachoeira das Araras é um destaque importante, já que conta com águas um pouco mais geladas que o comum.

18. Comunidade Mumbuca

Comunidade Quilombola Mumbuca
Fonte: Raoni (Flickr)

Sendo uma comunidade com descendência quilombola, o povoado Mumbuca, localizado em Mateiros, próximo à zona dos fervedouros, é também uma ótima opção de o que fazer no Jalapão.

A comunidade, além de todo o fator cultural envolvido, permite um contato direto com a produção das peças de artesanato com Capim Dourado.

19. Comunidade do Prata

Comunidade do Prata
Fonte: Tuko Dias (Flickr)

Assim como a Comunidade Mumbuca, em Mateiros, o povoado do Prata tem origem quilombola e também produz peças com Capim Dourado.

A comunidade, no entanto, fica na zona rural de São Félix do Tocantins.

20. Morro do Sereno

Morro do Sereno
Fonte: Guilherme Lopes (TripAdvisor)

É outro morro importante de Mateiros, bem próximo à sede da cidade, com uma ótima opção de trilha para observar o nascer do sol.

21. Encontro das Águas – Rio Formiga e Sono

Encontro das aguas dos rios Formiga e Sono
Fonte: anapri_jornalista (TripAdvisor)

Os rios Formiga e Sono têm características bem distintas umas das outras, o que torna o seu encontro uma ótima experiência de visitação.

Além de tonalidades e densidades diferentes, o Formiga carrega águas mais amenas, o que faz com que os rios demorem um pouco a se misturarem completamente.

O espetáculo visual é belíssimo e a sensação dos banhos também é incrível. Como mencionado, o atrativo fica ao lado do fervedouro homônimo, em Mateiros.

22. Cachoeiras do Rio Soninho

Cachoeira do Rio Soninho
Fonte: MTur Destinos (Flickr)

A Cachoeira do Rio Soninho está localizada na cidade de Ponte Alta do Tocantins, em uma área mais próxima às Serras Gerais.

Com uma dupla cachoeira, uma pequena e uma grande, o atrativo chega aos 30 metros de altura.

Assim como a Cachoeira da Velha, não há como se banhar em suas águas, mas um pouco mais acima das quedas há alguns ótimos pontos de banho.

O que fazer no Jalapão: 10 fervedouros

Sendo considerados os principais passeios no Jalapão, os fervedouros são fenômenos únicos, responsáveis por levar os turistas para esse pedaço do Tocantins.

Para quem não sabe, um fervedouro é uma nascente de um rio subterrâneo, que acaba chegando até o solo.

Na superfície, ele cria uma piscina natural, com um fluxo contínuo de água e uma pressão que impossibilita qualquer pessoa de afundar.

Geralmente, a água desses locais tem uma coloração azul, com alguns casos em que o tom é mais esverdeado. 

Cada fervedouro tem seus próprios diferenciais e costuma comportar entre 6 e 10 banhistas por vez.

Outro ponto importante é que o Jalapão conta com cerca de 100 dessas ressurgências, embora apenas cerca de 20 delas sejam abertas para visitação, estando distribuídas entre as cidades de Mateiros e São Félix do Tocantins.

Veja as principais em seguida.

23. Fervedouro Bela Vista

Fervedouro Bela Vista
Fonte: Manoel Rebello (Flickr)

É o maior e mais bonito fervedouro do Jalapão, contando com uma piscina natural de 15 m de diâmetro.

O Bela Vista fica localizado em São Félix, bem próximo à sede da cidade, e se destaca ainda por sua estrutura, uma vez que possui uma pousada própria.

24. Fervedouro do Ceiça

Fervedouro do Ceiça
Fonte: Manoel Rebello (Flickr)

Fica na região de Mateiros e foi a primeira ressurgência aberta para a visitação do público. Por isso é também o mais famoso, por assim dizer.

25. Fervedouro Encontro das Águas

Fervedouro Encontro das Águas
Fonte: Cristina Kazumi Teranishi (Flickr))

Localizado em Mateiros, se destaca por ser o fervedouro de maior pressão entre todos, gerando uma experiência única de flutuação.

Fica também muito próximo ao Encontro das Águas dos rios Formiga e Sono, complementando as opções de banho.

26. Fervedouro dos Buritis

Fervedouro dos Buritis
Fonte: André Medeiros (Flickr)

É outra ressurgência importante de Mateiros e se diferencia por suas águas de tom azul ou verde, dependendo da incisão do sol.

27. Fervedouro do Buritizinho

Fervedouro do Buritizinho
Fonte: Sílvia do Nascimento (Flickr)

O Fervedouro Buritizinho é um dos menores fervedouros do Jalapão, que se destaca por sua piscina em formato de gota.

A água no local também é bem cristalina e com algumas pedras na parte do fundo, tornando o cenário ainda mais fotogênico.

28. Fervedouro Alecrim

Fervedouro do Alecrim
Fonte: Sergio Schvezov (Flickr)

Em questão de tamanho, o Fervedouro do Alecrim é um dos poucos que se equiparam ao Bela Vista, mas se destaca por possuir várias nascentes juntas. Também fica localizado em São Félix do Tocantins.

29. Fervedouro do Rio Sono

Fervedouro do Rio Sono
Fonte: MTur Destinos (Flickr)

Encontrado na zona rural de Mateiros, é um fervedouro de tamanho médio, com várias nascentes unidas, assim como o Alecrim.

Uma curiosidade: o Rio Sono tem água potável!

30. Fervedouro Macaúbas

Fervedouro Macaúbas
Fonte: Adriana Füchter – Adriana Fuchter (Flickr)

O Fervedouro das Macaúbas também um dos maiores fervedouros do Jalapão e de maior pressão, destacando-se ainda por suas águas verde-piscina.

31. Fervedouro Veredas

Fervedouro Veredas
Fonte: Guilherme Aguiar (Flickr)

Aberto recentemente, é um fervedouro com ares mais naturais, de nascente dupla, que oferece banhos revigorantes, inclusive pela noite. Está localizado em São Félix.

32. Fervedouro Por Enquanto

Outra alternativa em São Félix é o Fervedouro Por Enquanto, também com uma estrutura turística invejável, com área de camping, pousada e mais.

O que fazer no Jalapão: 3 cachoeiras de Taquaruçu

Embora não esteja exatamente dentro do que é compreendido como Jalapão, Taquaruçu é também uma região que não pode ficar de fora do roteiro pelo parque.

Nesse caso, trata-se de um distrito de Palmas, ainda bem próximo à capital e que é repleto de cachoeiras.

Como o acesso para o Jalapão acontece justamente pela região do distrito, é muito comum que os visitantes façam uma paradinha por lá, para curtir ao menos uma de suas quedas d’água, com destaque para:

33. Cachoeira da Roncadeira e Escorrega Macaco

Cachoeira da Roncadeira
Fonte: Paulo Scheunemann (Flickr)

Mais famosa cachoeira de Taquaruçu, a Roncadeira se diferencia por seus 70 m de altura.

O acesso à atração fica bem perto da estrada, restando apenas uma trilha de 1,5 km até o local.

No caminho, ainda dá para conferir a Cachoeira do Escorrega Macaco, fechada para banhos atualmente.

Na Roncadeira, além dos banhos, os visitantes também têm a oportunidade de praticar rapel.

34. Cachoeira do Evilson

Cachoeira do Evilson
Fonte: João Lopes (Flickr)

Outra importante cachoeira de Taquaruçu é a do Evilson, considerada a mais bonita do distrito devido à sua forma de meia lua e sua queda de 25 m.

Com uma piscina natural cheia de areia ao fundo, e uma profundidade que aumenta pouco a pouco, oferece banhos revigorantes para os turistas.

35. Cachoeira de Taquaruçu

Cachoeira de Taquaruçu
Fonte: André Keke (Flickr)

Devido ao seu acesso mais facilitado, já que está a poucos metros da estrada principal, a Cachoeira de Taquaruçu é a melhor alternativa para quem viaja em família.

Com quedas diagonais e uma ampla piscina natural, dá para aproveitar bem a passagem pela atração.

Preparado para conhecer o Jalapão?

Como foi possível observar, não faltam opções de o que fazer no Jalapão. Os fervedouros, é claro, são os cartões postais da região, mas o Jalapão é bem mais que isso.

Repleto de cachoeiras e monumentos naturais, esse paraíso tocantinense é de apaixonar qualquer um que se aventura por seu território.

E o melhor de tudo é que as regiões vizinhas ao Jalapão também não ficam para trás em beleza.

Agora, é só separar as roupas de banho, contratar um seguro viagem, escolher o melhor pacote e curtir muito!

Gostou do conteúdo? Então, compartilhe com seus amigos por e-mail ou nas redes sociais e continue acompanhando outros materiais aqui do DiegoTour!

Viva essa experiência com a melhor agência de turismo do Jalapão. Entre em contato com a DiegoTour hoje mesmo!

FAQ

O que tem de interessante no Jalapão?

O Jalapão, no Tocantins, é uma região repleta de belezas naturais e oferece um turismo mais natural, unindo o clima de aventura com atrações paradisíacas. O grande destaque fica por conta dos fervedouros, que são inegavelmente o diferencial do Jalapão. No entanto, as cachoeiras, dunas, serras, grutas e lagos também complementam o roteiro.

O que não deixar de ver no Jalapão?

Sendo o principal motivo que leva os visitantes para o Jalapão, o que não pode ficar de fora de nenhum roteiro pela região são os fervedouros. Mas, além deles, outros cartões postais também têm presença inevitável, como a Cachoeira da Velha e a Prainha do Rio Novo, a Pedra Furada, as Dunas do Jalapão, o Cânion Sussuapara, a Serra do Espírito Santo, a Cachoeira do Formiga e Serra da Catedral.

Pacotes Personalizados para o Jalapão

Converse agora com nossos atendentes!